Tamanho do Texto:
A+
A-

Páscoa e Ressureição

Publicado por Frei Venildo Trevizan | 31/03/2018 - 00:01

Onde quer que esteja um ser humano, sempre haverá um sinal de esperança. Por mais sofrida que seja sua vida, em seu íntimo haverá uma luz a iluminar seus anseios e seus sonhos de uma vida melhor. E quem alimentar essa luz não olhará as dificuldades que surgirem. Olhará as oportunidades que aparecerem. E com elas fará milagres.

Após uma semana vivida da maneira que fora possível, agora é hora de encarar a realidade como se apresenta e colocar as energias a serviço da esperança de dias melhores ou ao menos, dias de continuidade e de crescimento em seus projetos.

Não viver de lembranças, mas de esperanças. Não viver de saudades, mas assumir a realidade. Não viver de lamentações, mas definir realizações. Não viver somente de encantos, mas elaborar planos e atitudes que comprometam a fé em tudo quanto se propor realizar.

Existem seres humanos ainda vivendo nas nuvens das ilusões e dos sonhos, das fantasias e das imaginações. Está na hora de descer e pôr os pés no chão e caminhar com energia e segurança nos caminhos da realização pessoal traçando metas nobres e dignas de alguém consciente do que quer e comprometido em realizar tudo da melhor maneira possível.

Já é hora de sair da sepultura do comodismo e do medo e pôr-se a caminho da alegria em poder percorrer esse novo caminho junto a esses vitoriosos por terem dissipado essas trevas do comodismo e do medo e estarem agora celebrando a páscoa da ressurreição em suas vidas

Essa páscoa significa passagem. Essa passagem significa libertação de tudo quanto queira oprimir ou destruir, abraçando, a partir de agora, o belo, o grandioso, o meigo e o carinhoso abraço do Mestre dos mestres que deixa o exemplo mais vivo de um vencedor.

Essa será também a recompensa de todos aqueles e aquelas que corajosamente aceitaram, ou ainda estão aceitando, a cruz dolorosa das provações e dificuldades, mas não perdem de vista a luz da vida nova. São pessoas que ainda não têm o que celebrar devido à situação sofrida que enfrentam. Mas não perdem o rumo da esperança e da recompensa.

São pessoas que sofrem, não por sofrer, mas por não terem momentaneamente recursos para superarem essa violência silenciosa ferindo o coração em seus sentimentos. São pessoas da esperança de que tudo irá mudar para o melhor. São pessoas da fé incondicional no Deus misericordioso e libertador. São essas pessoas que estão denunciando a hipocrisia e a falsidade dos poderosos responsáveis pela dignidade e bem estar do povo.

São essas pessoas que agora estão convocando homens e mulheres de boa vontade a se unirem e assumirem a tarefa de acolher os que sofrem, consolar os que estão tristes, entusiasmar os que estão desanimados, corrigir os que estão no erro, socorrer os migrantes e os peregrinos. E alegremente celebrar a vida nova na Páscoa do Senhor.

Essa páscoa será completa quando todos saírem de seus túmulos do medo e do comodismo ressuscitando para uma vida nova e feliz. Essa será uma Páscoa efetiva e definitiva. 

Sobre o autor
Frei Venildo Trevizan
Sacerdote. Nasceu no ano de 1939 em Paraí-RS. Filho de Ângelo Trevizan e Carmela Richetti.