Tamanho do Texto:
A+
A-

Dons diversos

Publicado por Frei Venildo Trevizan | 19/05/2018 - 00:01

De alguma forma todo o ser humano deseja comunicar aos demais algo que cultiva em seu interior. Procura transmitir aquilo que lhe proporciona alegria e contentamento, ou aquilo que lhe causa apreensão e sofrimento. Sempre há algo a comunicar e partilhar.

Para a cultura cristã isso significa capacidade de colocar em ação os dons recebidos de Deus. Mesmo não tendo consciência disso, são dons pessoais, mas que só produzem frutos se forem colocados a serviço dos demais. E na medida em que houver partilha haverá enriquecimento. Na medida em que houver comunhão haverá salvação.

Não é fácil vivenciar essa verdade em meio a uma sociedade marcada pelo egoísmo. Não é fácil produzir os frutos necessários para uma convivência harmoniosa de respeito, de perdão e de paz. Infelizmente o convívio não é dos melhores. Está faltando o perdão. E essa falta está causando divisão. Divisão entre pais e filhos, divisão entre grupos políticos, divisão entre religiões, divisão entre tendências filosóficas e ideológicas.

A pior das divisões creio que esteja no interior do próprio ser humano. Nuvens escuras de medo e de insegurança impedindo ver claro e seguro o caminho a seguir. Forças ocultas levando para o desânimo e a descrença. Planos mal elaborados e mal conduzidos. Sonhos não realizados. Decisões mal assumidas e crenças mal orientadas. Tudo isso deixa o ser humano numa situação constrangedora, ou até desastrosa.

Apesar dessa constatação ser real, ainda há a possibilidade de colocar-se frente a essa realidade e iniciar um novo jeito de caminhar nos caminhos da vida. Tudo estará mais claro e mais evidente quando o ser humano tomar consciência que ele mesmo é um dom de Deus no mundo. É um dom único e inigualável.

Quando apreciar essa realidade verá o quanto Deus é generoso. Verá que não é apenas um dom, mas um agraciado por inúmeros dons, por inúmeras capacidades. Poderíamos afirmar que todo o ser humano é agraciado de sabedoria, entendimento, conselho, fortaleza, ciência, piedade e temor de Deus.

Esses são denominados como os sete dons do Espírito Santo, embora sejam muito mais do que sete. São dons disponíveis a quem desejar colocar-se a serviço do Reino de Deus que engloba tambem os reinos desse mundo se deixarem ser conduzidos pelo mesmo Espírito. São dons que capacitam na busca da verdade e na construção da justiça. São valores a serem cultivados e partilhados na construção de uma sociedade honesta e criativa, fraterna e solidaria.

Esse será o caminho seguro que conduzirá à intimidade de Deus. E Deus que concede essa variedade de dons é tambem quem envia em missão de introduzir o perdão nesse mundo marcado e ferido pelas atitudes de vingança e de ódio.

Em vista disso será oportuno lembrar que, como cristãos, somos convocados a difundir a verdade e o amor. Será deveras gratificante se primarmos pela alegria, pela bondade e pela misericórdia. Teremos como recompensa a garantia de que os dons se tornarão maneiras nobres de comunhão entre os seres humanos e comunhão com o próprio Deus.

Sobre o autor
Frei Venildo Trevizan
Sacerdote. Nasceu no ano de 1939 em Paraí-RS. Filho de Ângelo Trevizan e Carmela Richetti.