Tamanho do Texto:
A+
A-

Saber ser feliz

Publicado por Frei Venildo Trevizan | 03/11/2018 - 00:01

03/11/018

                                               SABER SER FELIZ

 

A inteligência humana é muito criativa. Qualquer que seja o ambiente ou a situação ela saberá encontrar alguma saída. Saberá manter o equilíbrio dos sentimentos e o controle das emoções. Seu objetivo será sempre o de buscar algo que lhe assegure uma posição de supremacia. Sempre descobrirá maneiras eficientes e nobres.

Tudo converge para a grande aspiração: ser feliz. Uns colocam essa felicidade na conquista do poder, do triunfo, do domínio e do êxito. Querem garantir sua grandeza colocando-se entre os vencedores e os conquistadores. Não importa o preço. Não importam as exigências. Às vezes chegam a se envolver em negociatas criminosas e corruptas.

Maculam a própria dignidade em favor de um alto cargo, ou enriquecimento ilícito. São os interesses egoístas postos acima dos valores morais e éticos. Querem a aparente felicidade sem levar em conta que pertenceram a uma família de origem cristã e de princípios religiosos.

Bem sabem que a felicidade é um valor muito acima de qualquer riqueza ou posição social. Bem sabem que é preciso aprender a ser feliz. É preciso saber ser feliz. E isso acontecerá quando deixarem de lado as atitudes egoístas e abraçarem as atitudes propostas pelo Mestre dos mestres em sua pregação. Não adianta alegar que são propostas utópicas e de difícil alcance.

Precisam saber em sã consciência que tudo será possível quando tiverem um coração manso e humilde, quando o pensar estiver em sintonia com o pensar de Deus e quando o agir estiver em comunhão com o agir de Deus.

Enquanto o ser humano não aceitar essa parceria com Deus continuará buscando algo que satisfaça esse seu desejo insaciável de felicidade. E não encontrará enquanto seu coração não repousar no coração de Deus.

O materialismo, o existencialismo e tantos outros “ismos” não conseguirão satisfazer as tantas ansiedades e preencher os tantos vazios. Será preciso vestir a veste da humildade e reconhecer as próprias indefinições. Será preciso vestir a veste da sabedoria e convencer-se da fragilidade da própria inteligência.

O bom da vida é que em qualquer acontecimento é possível descobrir alguma força que consiga amoldar o viver.  É preciso prestar atenção, pois sempre haverá algo a aprender, sempre haverá algo a adaptar para conviver respeitosamente.

Nada há de mais precioso do que a cada amanhecer abrir os olhos para ver o novo dia e sua proposta. Nada mais sublime em cada amanhecer do que abrir os ouvidos e ouvir a nova mensagem de alegria e de esperança pelo cantar sereno e sonoro dos pássaros.

Nada mais saudável do que em cada amanhecer dispor dos próprios dons em favor da humanidade. Nada mais precioso do que descobrir em si a revelação do amor de um Deus que se apaixonou por essa humanidade e tudo entregou para fazê-la feliz.

Uma inegável verdade está em cada coração que alimenta o desejo de prolongar sua vida através de sua fé e do seu amor. Entenderá que a felicidade existe e está ao alcance de quem quer que seja. Basta querer ser feliz, pois para quem crê, tudo é possível.

Sobre o autor
Frei Venildo Trevizan
Sacerdote. Nasceu no ano de 1939 em Paraí-RS. Filho de Ângelo Trevizan e Carmela Richetti.