Tamanho do Texto:
A+
A-

Somos necessitados

Publicado por Frei Venildo Trevizan | 18/08/2018 - 00:01

Viajando pelos caminhos da vida deparei com as mais variadas situações. Deparei com situações alegres e situações tristes, situações edificantes e situações deprimentes, situações transmitindo vida e situações matando esperanças, situações que encantam e situações que decepcionam causando aborrecimentos e contrariedades.

São imagens que oferecem muita matéria para refletir, pensar e tomar atitudes. Não basta formar uma opinião pessoal a respeito. São necessárias atitudes. E atitudes transformadoras. Existem muitas pessoas sentadas nas arquibancadas olhando o espetáculo. E existem muito poucas entrando em campo para solucionar os conflitos e as carências.

Somos seres necessitados. Somos profundamente necessitados de coragem para encarar de frente a realidade que castiga tristemente tantas vidas pela fome, pelo desemprego, pela violência, pelas drogas e por tantos dramas familiares. Não poderemos dar resposta a todas essas situações. Mas algo poderemos e deveremos fazer. Só não poderemos simplesmente cruzar os braços e permanecer indiferentes.

Certamente encontramos em nosso caminho muitas pessoas com diplomas universitários em mãos, mas sem exercer a profissão. Encontramos muitas pessoas concursadas e desempregadas. Encontramos muitas pessoas dispostas a fazer algo pra o bem da comunidade, mas não encontram oportunidade para concretizar esses sonhos.

Encontramos muitas pessoas necessitadas de amor, de perdão e de esperança. Encontramos muitas pessoas necessitadas de alimento para seu corpo, para seu intelecto e para seu espírito. São seres humanos como todos os demais seres, mas lhes falta alguém que tome a iniciativa de fazer algo mais corajoso e mais solidário.

Precisamos acertar nossa vida com a vida de Deus. Precisamos acertar nossos passos com os passos de Deus. Precisamos acertar nossa misericórdia com a sua misericórdia. Precisamos acertar nosso perdão com o seu perdão. Precisamos acertar nosso amor com o seu amor. Precisamos acertar nossos planos com os seus planos. Precisamos acertar nosso agir com seu agir

Andamos um tanto distanciados de Deus. Andamos ocupados com nossos interesses de tal forma que esquecemos destacar alguns minutos para ouvir o que Deus tem a nos dizer. Falamos muito. Reclamamos e lamentamos demais. não deixamos espaço para Deus. Só mesmo quando nossos recursos se extinguirem é que nos jogamos a ele suplicando clemência e ajuda.

Percebo, então, que somos profundamente necessitados de fé em nosso Deus. Não acreditamos muito nele. Se creditássemos verdadeiramente, reservaríamos mais tempo para uma conversa e para uma escuta mais descontraídas.

Se tivéssemos uma fé mais vivenciada, teríamos mais prudência em nossas atitudes, teríamos mais calma em nossas ações e teríamos mais honestidade em nosso modo de ser.

Se tivéssemos a verdadeira fé seriamos mais humildes em nossos relacionamentos, mais confiantes em nossas dificuldades e mais esperançosos até em nossos sofrimentos. Confiaríamos mais em Deus e em nossas opções de vida. Continuamos profundamente necessitados de Deus e do seu amor.

Sobre o autor
Frei Venildo Trevizan
Sacerdote. Nasceu no ano de 1939 em Paraí-RS. Filho de Ângelo Trevizan e Carmela Richetti.