Tamanho do Texto:
A+
A-

7º Texto: O Chamado

Publicado por Frei Rubens Nunes da Mota | 02/03/2018 - 00:01

Neste sétimo texto refletiremos sobre vocação como um chamado especial, único para cada um de nós. Vocação sempre indica um chamado e quem chama sempre espera uma resposta da pessoa a quem chama. E quem nos chama? Deus. Este nos chama por primeiro à vida. Neste sentido, podemos falar de Vocação humana, ou seja, quando passamos a existir e viver como gente; participar da obra do criador; ser imagem e semelhança de Deus; ter inteligência e liberdade, ter espírito e ser capaz de amar.

Em seguida, nos chama a sermos cristãos autênticos, o que nos remete à Vocação Cristã: ser irmão/ã e discípulo/a de Jesus, morada do Espírito Santo, filho/a de Deus, membro da Igreja servidora e, assim tornar-se santo/a. Por fim, nos chama para uma vocação específica. “Qualquer que seja a nossa vocação, Religiosa, Leiga ou Sacerdotal, devemos nos sentir amados por Deus e motivados a ir ao encontro do outro, independente de quem quer que seja”.

No que se refere à vocação humana, esta pode ser dividida em quatro dimensões:

1 - Em relação a si mesmo:

Chamado de crescimento;
Dotado de inteligência e liberdade – responsável pelo seu crescimento e salvação;
Crescer em humanidade, valer mais, ser mais.

2 - Em relação ao mundo:

Chamado a ser senhor do mundo por meio do trabalho, através da profissão;
O homem e a mulher são corresponsáveis na continuidade da criação deste mundo;
Chamado a ser imagem e semelhança de Deus, enquanto que Deus cria e organiza a terra em que vivemos;
Chamado para, através do trabalho, conquistar este mundo e torná-lo uma casa agradável para todos morarem.

3 - Em relação aos outros:

Chamado a ser irmão e irmã dos outros, servindo-os;
Vencer as barreiras étnicas, econômica, de sexo, de posição social, de filosofia de vida;
Unir os homens e mulheres como irmãos e irmãs – através do testemunho vivido por meio dos diversos ministérios.

4 - Em relação a Deus:

O humano é a única criatura capaz de conhecer a Deus e por isso o seu compromisso é permanente:
Dar o sim a Deus, procurando viver em profundidade o bastismo – viver sua vocação batismal;
Procurar conhecê-lo, cada vez mais, através da oração, leitura, escuta, contemplação, meditação.
Reconhecer e amar a Deus como Pai, que acompanha a cada um, em todos os momentos da vida – faz história com cada um de nós.

Quem é chamado?

Toda pessoa é chamada a ir além de si mesma, pois todo ser humano traz na sua essência a vocação de viver, conviver, servir, crescer integralmente e alcançar sua perfeição de criatura humana, amada por Deus. Ou seja, você é Alguém chamado/a a dar uma resposta.

Caracaterísticas necessárias para acolher o chamado:

► Ver como Deus vê – Ter o olhar de Deus!
► Perceber a realidade, a vida, os sofrimentos, as dificuldades, os clamores.
► Escutar o que Deus tem a dizer, hoje, através dos fatos, acontecimentos e da voz dos pequenos e necessitados.
► Estar sempre sob a escuta do chamado de Deus, atento ao apelo de vida dos irmãos e irmãs.
► Sentir da maneira que Deus sente.
► Ser sensível ao chamado abrindo-se à solidariedade!

Como respondo ao chamado?

A resposta de cada pessoa depende muito de sua capacidade de sentir os apelos de Deus, presentes nos passos e acontecimentos da vida, especialmente nas dificuldades e situações conflitantes das comunidades. Ou seja, é necessário caminhar ao encontro da realidade; assumir uma missão que contribua para o crescimento do Reino de Deus.

Isso tudo significa que Deus tem um projeto de amor para todos nós seus filhos e filhas, pois Ele nos quer felizes. Por isso, quis precisar de nós para dar continuidade ao seu plano de amor. Para tanto, você pode ser chamado/a para participar da obra de Deus, como membro de sua Igreja, seguindo caminhos diferentes:

► Como leigo/a no matrimônio, ou solteiro/a, bem como leigo/a consagrado/a, ou não, exercendo ministérios na comunidade, testemunhando o evangelho de Jesus Cristo no meio do mundo;
► Como ministro ordenado: diácono, padre ou bispo;
► Como religioso: ser irmão (ou frei), ou irmã religiosa consagrada.
► Como missionário/a: dimensão vocacional que toda pessoa batizada é convidada a assumir, independente de ser leigos/as, padres, diáconos, irmãos e irmãs.

Ou seja, todo chamado é obra divina: chamamento para a vida, e exige uma resposta de compromisso com Deus (receber e dar).

Sendo assim, todos somos chamados a:

► Cuidar da vida: Este é o maior dom que Deus nos deu. Escutamos falar muito de meio ambiente, ecologia, preservação da natureza, cuidados da saúde e de toda vida. Somos chamados a esta vocação fundamental de cuidar bem da vida que Deus colocou no mundo. Nossa resposta deve ser constante, dinâmica, permanente.
► Defender a vida: Esta é a proposta de vida que Jesus faz. Seu Reino é de amor, serviço, verdade e perdão. Somos chamados a dizer sim a Deus pela fé, a descobrirmos o nosso lugar na Igreja de Cristo em algum de seus diversos níveis ou vocação fundamental.
► Proclamar a vida: Neste mundo de tanta violência e desastres naturais, tantas guerras e brigas religiosas, tanto sofrimento e problemas sociais, é preciso encontrar uma resposta que seja caminho de verdade e vida. É preciso enfrentar as mentiras que os donos do mundo querem impor à nossa consciência, principalmente pelos meios de comunicação social.
► Recriar a esperança: A mudança de mentalidade acontece quando descobrimos que a coisa mais importante é buscar “o Reino de Deus e sua justiça” Quando fazemos esta descoberta, passamos a ver que o enssencial não está na exterioridade dos atos, nas cerimônias externas, no ritual fiel das etiquetas. Nesta perspectiva chegamos à conclusão de que o mais importante mesmo é o que sai de dentro, ou seja, aquilo que, na verdade, me faz gente, ser humano, imagem da Trindade.

Como vemos, a nossa dignidade de pessoa humana é muito grande! A responsabilidade como seres humanos, criados à imagem e semelhança de Deus, está acima de todas as outras criaturas. Deus nos ama de modo infinito e espera uma resposta digna de seu amor.

Questões

1 - Sobre o chamado vocacional, reflita:

A - Vocação significa chamado, mas nem todos são chamados por Deus.
B - Só algumas pessoas podem receber este chamadas de Deus.
C - Todo ser humano recebe algum chamado de Deus.

2 - Perceba os acertos sobre o chamado.

A - Deus chama somente os governantes para: cuidar, defender, proclamar e recriar a vida.
B - Deus chama todo ser vivente para: cuidar, defender, proclamar e recriar a vida.
C - Deus chama somente bispos, padres, religiosos/as e leigos para: cuidar, defender, proclamar e recriar a vida.

3 - Perceba os equívocos sobre o chamado.

A - Um chamado que Deus faz somente para padres e religiosos/as.
B - Um chamado que a pessoa humana recebe de Deus para servir o próximo.
C - Sentir da maneira que Deus sente.

 

Referências

OLIVEIRA, José Lisboa Moreira de. Nossa Resposta ao Amor, Teologia das Vocações Específicas. Edições Loyola, São Paulo, Brasil. 2001
SILVA, Pe. Rubens de Morais. Encontros Vocacionais, Centro de Pastoral Popular. Scala Gráfica e Editora, Brasília – DF
PASTORAL VOCACIONAL, Arquidiocese de Florianópolis. Curso Vocacional Lição -02- Vocação

Sobre o autor
Frei Rubens Nunes da Mota

Rubens Nunes da Mota, irmão leigo consagrado. Nasceu no ano de 1971, em Montalvânia-MG. Filho de Joaquim Nunes da Mota e Flozina C. da Mota Nunes.

Profissão

Psicólogo (terapeuta de família sistêmico)

Cargo que exerce atualmente

Assessor nacional para os temas de psicologia, juventudes e vocação.

Formação

Bacharel em Teologia pelo IFITEG-GO (Instituto de Filosofia e teologia de Goiás); Graduação em Psicologia e pós-graduação/psicologia pela UCG-GO (Universidade Católica de Goiás) e Mestrado/psicologia da Universidade Católica de Brasília (UCB).

Livro Publicado

Juventudes - O exercício de aproximação (Ano: 2011)