Necrologia

Selecione o Mês:

Frei Protásio Ferronato (Celeste)

10/08/1921
26/10/1979

Nasceu a 10 de Agosto de 1921, em Veranópolis-RS. Filho de Pedro Ferronato e Antonietta Coldebella. Irmão gêmeo de frei Gervásio, tinha outro irmão religioso: Frei Ângelo.

Professou em 06 de Janeiro de 1943 em Flores da Cunha-RS e ordenado sacerdote em 19 de Dezembro de 1949 em Veranópolis-RS.

Destacou-se no trabalho pastoral paroquial em Sananduva-RS, Birigui-SP, Dracena-SP, Pompéia-SP e Praia Grande-SC.

Em 1976, veio para a Província do Brasil Central e trabalhou em Caldas Novas-GO, Corumbaíba-GO e Rio Negro-MS, onde veio a falecer em 1979, vítima de hipertensão arterial grave.

Contava 58 anos, 36 de vida religiosa e 31 de presbítero. Está sepultado em Campo Grande-MS.

Frade Empreendedor, simples, humilde. Amava a natureza.

Frei Gregório Bonatto (David)

20/03/1915
28/10/2008

Destacou-se na Comunicação, escreveu livros e composições religiosas, fez programas de Rádio e TV. Dedicou-se ao trabalho missionário, tinha o dom musical e com sua gaita atraía e animava os fiéis nas festas religiosas e municipais.

Registro

Frei Gregório Bonatto (David Bonatto), nasceu no dia 20 de março de 1915, na cidade de Protásio Alves (Nova Prata) RS. Filho de João Bonatto e Matilde Bresolin. Foi batizado no dia 27 de março de 1915, na paróquia Protásio Alves, em Caxias do Sul-RS. Entrou no Seminário no dia 10 de fevereiro de 1927 em Veranópolis-RS.

Ingressou no noviciado dia 24 de fevereiro de 1933, em Flores da Cunha-RS. Neste mesmo local emitiu os Votos de Profissão Simples no dia 24 de fevereiro de 1934, quando trocou o nome civil de David Bonatto, pelo nome religioso de Gregório Bonatto. A Profissão Solene no dia 28 de março de 1937, em Garibaldi-RS. A Ordenação Sacerdotal, no dia 07 de janeiro de 1940, na cidade de Veranópolis-RS, por Dom José Baréa. Exerceu suas atividades sacerdotais de 1941 até 1952 em Cacique Doble e Sananduva/RS . Atuou no estado de São Paulo de 1953 a 1956. A partir de 1957 passa a pertencer a Província Nossa Senhora de Fátima, Brasil Central, atuando primeiramente em Maracaju e por cinco décadas em Campo Grande-MS. Grande idealizador e organizador de comissões para construção de igrejas, entre elas 30 capelas, a Igreja Matriz de Votuporanga-SP e o Santuário de Nossa Senhora de Fátima-MS. Publicou 3 cadernos de Hinos sacros de própria autoria, é autor, também, de duas missas: Nossa Senhora da Saúde e São Francisco de Assis.

Em 1974 gravou um LP com sua sanfona e seu “Conjunto Alvorada”. Grande sanfoneiro e autor de mais de trezentas músicas. Era Membro do Conselho Regional da Ordem dos Músicos do Brasil e da União Brasileira dos Escritores. Em 1981, lança seu primeiro livro ”Os Caminhos do Sagrado e do Folclórico e, com cerca de dez livros publicados, tomou posse da cadeira nº 9 da Academia Sul Matogrossense de Letras, no ano de 1988.

Escreveu outros títulos, totalizando 22 obras. Atuou em programas de rádio e de TV. Foi homenageado pela Câmara Municipal de Vereadores com o Título de Cidadão Campo-Grandense, no ano de 1979. Toda a sua vida foi dedicada ao trabalho missionário da Igreja, especificamente, como frade Capuchinho. Na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, era chamado carinhosamente de "Pai Abraão". Frei Gregório, contava 93 anos, estava internado desde sexta-feira (24), devido a várias complicações de saúde. Faleceu no dia 28 de outubro de 2008, às 20h40. Causa da morte: parada cardíaca. Foi sepultado às 16h30, do dia 29, no cemitério Campo da Esperança em Campo Grande-MS

Frade alegre, sempre bem humorado, humilde, amigo e conselheiro.

Frei Hilário Domingos Pitt

25/08/1941
29/10/2016

Nasceu no dia 24 de agosto de 1941 em Segredo (Vacaria-RS). Filho de Antônio Pitt e Maria Lorenzeth.

* Primeira Profissão Religiosa no dia 25 de janeiro de 1962 em Garibaldi-RS.
* Profissão Perpétua no dia 25 de janeiro de 1965 em Ijuí-RS.
* Ordenação Diaconal no dia 16 de julho de 1970 em Porto Alegre-RS.
* Ordenação Sacerdotal no dia 1º de novembro de 1970 em Porto Alegre-RS.

Atividades:

1970 – Desempenhou a função de Capelão da Colônia Penal em São Jerônimo-RS;
1973 – Desempenhou o ofício de vice superior e vice-diretor em Vila Ipê-RS;
1974 – Foi professor em Veranópolis-RS;
1979 – Diretor do Centro Vocacional e Vigário auxiliar em Sidrolândia-MS;
1980-1983 – Vigário cooperador na Catedral São José em Coxim-MS e depois Pároco;
1983-1985 – Pároco em Rio Negro-MS;
1985-1989 – Secretario do Bispo Dom Ângelo Salvador, especialmente administrando o Centro Emaús e prestando serviços à Capela São Francisco;
1990 – Vigário Paroquial na Paróquia Nossa Senhora da Abadia em Piracanjuba-GO;
1991 – Ecônomo Provincial em Brasília-DF;
1992 – Mesmo como ecônomo Provincial assumiu a administração do Centro Cultural Frei Leopoldo Mandic e Vigário Paroquial na Paróquia Santo Antônio em Hidrolândia-GO;
1994 – Assumiu a função de terceiro Definidor – Ecônomo Provincial e Administrador do Centro Cultural Frei Leopoldo Mandic em Hidrolândia-GO;
2002 – Vigário Paroquial e Vigário Local na Fraternidade e Paróquia Nossa Senhora da Abadia em Piracanjuba-GO;
2004 – Vigário Paroquial e Vigário Local na Fraternidade Nossa Senhora de Fátima (noviciado) em Nova Fátima-GO;
2005 – Vigário Paroquial na Paróquia São Francisco em Coxim-MS;
2006 – Vigário Paroquial na Paróquia São Sebastião em Anápolis-GO;
2007 – Auxiliar de Pastoral na Fraternidade Nossa Senhora de Fátima (noviciado) em Nova Fátima-GO;
2008 – Vigário Paroquial na Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Rio Verde-GO, de onde foi transferido para a fraternidade Santo Antônio em Goiânia-GO para tratamento de saúde, onde veio a falecer às 22h do dia 29 de outubro de 2016, depois de mais de três meses de internação na UTI, em virtude do agravamento do mal de Alzheimer.

Frei Victorio Remigio Vian (Vitorino)

11/08/1914
02/10/2001

Nasceu no dia 11 de Agosto de 1914, em Vilas Boas (Coronel Pilar-RS). Filho de Luiz Vian e Maria Algeri. Professou no dia 24 de Agosto de 1934 (Flores da Cunha-RS) e ordenado sacerdote no dia 11 de Agosto de 1940 (Garibaldi-RS).

No Rio Grande do Sul trabalhou em Garibaldi, Porto Alegre, Bom Jesus, Pelotas. Ivo Ribeiro (Pedro Osório), Marau, Bom Jesus e Caxias do Sul. No Brasil Central em Aparecida do Taboado, Sidrolândia, Goiânia e Montividiu.

Tinha três irmãos frades: Frei Benjamim, Frei Daniel e Frei Bernardino.

Faleceu no ano de 2001, em Goiânia, de cirrose hepática, com 87 anos, 67 de vida religiosa e 61 de presbítero. Foi sepultado em Montividiu-GO.

Era muito trabalhador, empreendedor e corajoso.

Frei Antônio Castagnera

23/03/1956
21/10/2006

Nasceu no dia 23 de março de 1956 em Vanini (Casca-RS). Filho de Victorio Castagnera e Vitória Lisot.

Professou no dia 02 de Fevereiro de 1979 em Marau-RS e ordenado sacerdote no dia 05 de Fevereiro de 1983 em Vanini-RS. Veio para a Província do Brasil Central como Postulante e faz todos os estudos em Campo Grande-MS. Desempenhou várias funções na Província e na Ordem, sendo inclusive Secretário para a língua portuguesa e Vice-Secretário Geral da Ordem na Cúria Geral em Roma. Trabalhou também em Sidrolândia-MS Campo Grande-MS, Ceilândia-DF, Nova Fátima-GO (noviciado) e Brasília-DF. Em janeiro de 2006, em Roma, submeteu-se a uma delicada cirurgia para retirada de um tumor no cérebro e a tratamento de quimioterapia e radioterapia. Em julho retornou ao Brasil continuando o tratamento em Goiânia, sem resultados. Faleceu no ano de 2006 em Goiânia por insuficiência respiratória aguda, melanona metástico, com 50 anos, 27 de vida religiosa e 23 de presbítero. Foi sepultado no jazigo dos Capuchinhos, em Hidrolândia-GO.

Frade muito competente, poliglota, músico, dedicado, alegre, disposto, simples e fraterno. Não sabia dizer “não”.

Veja Mais