Tamanho do Texto:
A+
A-

GRANDEZA DE ALMA

Publicado por Robson dos Reis Silva | 27/05/2017 - 00:01

Cada ser humano é possuidor de valores e forças suficientes para construir projetos de vida e sonhos de amor. Não está sozinho nessa tarefa. Mesmo que cada qual tenha o seu mundo, seus desejos e seus objetivos não poderá viver isolado em seus pensamentos e em suas ações.

Queira ou não, depende de outros. Depende da opinião ou do questionamento. Depende do apoio ou da correção. Depende do elogio ou da crítica sensata. Não é possível viver só. Sempre terá que contar com alguma ajuda ou alguma incerteza.

Mesmo aqueles e aquelas que escolheram vida de eremita, ou vida de clausura, sempre terão necessidade de comparar seu viver com o viver dos demais. Sempre terão que confrontar seu agir com o agir dos demais. Todo o viver é um confrontar.

Terá momentos de se confrontar com o próprio Deus. Pois Deus será a razão do questionamento  de todo e qualquer ser vivente. Em Deus descobrirá forças e energias para definir seu modo de pensar e de agir. Ou, então, encontrará desafios questionando seu comportamento e suas atitudes. Sempre haverá necessidade de tomar posição.

Pensar nisso é gratificante. Não só conforta corações inquietos como tambem fortalece corações seguros em suas escolhas. A inquietude faz parte de quem esteja buscando valores que iluminem o caminho da paciência e da perseverança. Paciência em respeitar os passos necessários. Perseverança que signifique acreditar e lutar por aquilo que se propõe.

Então o mundo saberá que cada ser humano é uma obra de arte das mãos do Criador. Obra de arte incomparável e única. Obra de arte com detalhes pessoais, com capacidades próprias, com objetivos distintos e com alma humana alimentada pela graça divina.

Essa graça não falta em ninguém e em nenhum caminho. Esse caminho cada qual o constrói e o percorre com capacidades e dons pessoais. Mas todos em busca da grandeza e do máximo de perfeição. E a alma humana irá se divinizando na medida em que aceitar as limitações da natureza e cultivar os dons sagrados de que é revestida.

Na história das civilizações não existe quem seja mais sábio ou mais inteligente. Não existe quem seja mais humano ou mais divino. Todos fazem parte da mesma natureza humana e da mesma graça divina. Todos se encontram no mesmo caminho, embora cada qual tenha seu jeito próprio de caminhar. Todos são seres pensantes, embora cada qual tenha sua maneira própria de pensar. Todos são seres vivos, embora cada qual viva de acordo com sua capacidade.

Somos a humanidade que caminha para a eternidade. Pertencemos a uma cultura diferenciada que marca nossa personalidade. Somos uma geração privilegiada que proporciona descobertas fantásticas em favor do bem estar pessoal, da comunicação interpessoal e do aperfeiçoamento do prolongamento vital.

Talvez esteja faltando amor fiel ao Deus que proporciona todas essas maravilhas e que só será percebido e adorado quando o ser humano sair de seu egoísmo e trabalhar em favor da dignidade e da honra com grandeza de alma.

Sobre o autor
Frei Venildo Trevizan
Sacerdote. Nasceu no ano de 1939 em Paraí-RS. Filho de Ângelo Trevizan e Carmela Richetti.