Tamanho do Texto:
A+
A-

Província do Rio Grande do Sul realiza Capítulo eletivo

25/07/2017 - 20h12
O XXIV Capítulo será 04 a 08 de setembro na cidade de Garibaldi RS.

A província Sagrado Coração de Jesus, reúne mais de setenta frades para realização do Capítulo, que é uma espécie de assembleia de delegados eleitos por fraternidades e serviços, que terão a tarefa de eleger prioridades e projetos e a nova coordenação provincial para o triênio de 2017 – 2020.

A escolha da cidade de Garibaldi, foi onde os primeiros capuchinhos franceses estabeleceram moradia. A organização do capitulo, se deu início ainda no mês de dezembro de 2016, onde foi escolhida a equipe pré-capitular, que coordena o processo da reunião eletiva. Compõem a equipe: os freis Claudelino Brustolin, Álvaro Morés, Vanildo Zugno, José Bernardi, Luiz Carlos Susin

O provincial frei Cleonir Dalbosco explica que “O capitulo tem por objetivo central escolher prioridades e projetos de organização interna e de ação da ordem no Rio Grande do Sul, para os próximos anos”. Já para Frei Vanildo Zugno, que compõe a equipe pré-capitular explica:   que durante o ano de 2017, as fraternidades estudaram e avaliaram pontos surgiram da assembleia de dezembro de 2016. “Os freis aprofundaram temas como: animação vocacional, com projetos voltados para a juventude, divulgação do carisma franciscano; e integrar o espírito de uma Igreja em saída, propostas pelo Papa Francisco, com as pastorais urbanas, inserção dos leigos e presença dos freis na comunidade; e uma avaliação do modelo de governo e dos conselhos da província adotados no ultimo capitulo, tornando-os mais presentes, consolidando desta forma seus objetivos para que atinja o todo da Província”. Explica Zugno.

 

O surgimento dos capuchinhos

A Ordem dos Frades Menores Capuchinhos surgiu no séc. XVI, na Itália, os freis Mateus de Bascio, Ludovico de Fossombrone e Rafael de Fossombrone se propuseram a uma nova forma de vida franciscana, privilegiando a oração, a pobreza e a presença junto aos pobres. Sua proposta era a de retomar o espírito e o modo de vida original de Francisco de Assis e assim dar uma resposta mais eficaz para as exigências que a realidade.No Rio Grande do Sul  5 de dezembro de 1895, os freis Leon de Montsapey e Bruno de Gillonnay chegam a Porto Alegre com o objetivo de conhecer a região e ver as condições para estabelecer a Ordem no Estado.

No início do ano de 1902 chegaram a Garibaldi, o quadro dos capuchinhos no Rio Grande do Sul é de 15 frades que se dedicam às missões e à formação dos jovens candidatos à vida capuchinha, 21 frades estudantes de filosofia ou teologia, 10 noviços, e quatro terceiros perpétuos. Até o ano de 1908, continuaram a chegar frades da França.  Em 24 de julho de 1942, foi criada a Província do RS

 

Fonte: Capuchinhos do Brasil /CCB

Por Frei João Carlos Romanini (Frat. Imaculada Conceicao)

Deixar um comentário
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do.