Tamanho do Texto:
A+
A-

Aconteceu em Vilhena (RO) a primeira edição da Lareira

09/09/2018 - 23h53
A Lareira é um movimento de Casais para Casais, que busca fortalecer e ajudar as famílias na espiritualidade conjugal e vivência comunitária, inserindo-os nas pastorais.

 

Entre os dias 31/08 e 02/09, no Centro de Formação Maximiliano Kolbe da paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, aconteceu a 1ª Lareira da cidade de Vilhena, Diocese de Ji Paraná – RO, com 18 casais participantes.

 O Movimento Lareira teve início na Diocese de Diamantino em 1994, na Paróquia Capuchinha de Tangará da Serra, que durante muitos anos sediou os Encontros com a participação de muitos casais da Diocese e Dioceses convidadas (Juína; Cuiabá; Primavera e Paranatinga e Cáceres).

A Lareira é um movimento de Casais para Casais, que busca fortalecer e ajudar as famílias na espiritualidade conjugal e vivência comunitária, inserindo-os nas pastorais. Tem como objetivo incentivar o casal a tomar consciência de sua ação e vivência evangelizadora em família e também sua missão na Igreja através dos trabalhos nas pastorais.

Para a implantação desta primeira Lareira em Vilhena, foi necessário o incentivo e apoio do bispo de Ji Paraná – RO, Dom Bruno Pedron, dos Freis Capuchinhos que administram a Paróquia Nossa Senhora das Graças, na pessoa do pároco frei José Ângelo Mascarello; o pároco da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, padre Marcos Laurentino Bento; e do diretor espiritual frei Hélio Aparecido dos Santos, pároco capuchinho de Tangará da Serra (MT), Diocese de Diamantino.

Para a realização desta Lareira foi necessária a ajuda dos vários casais Lareiristas de Tangará da Serra e de Vilhena, juntamente com frei Darlan Dal’Maso.

“Para implantação desta Lareira, foi importante a doação dos casais Lareiristas de Vilhena, que durante vários meses foram se organizando, trabalhando, se esforçando para que este sonho se realizasse. Ao mesmo tempo, nada disso seria possível sem os casais de Tangará da Serra, trazendo consigo, não só muitas estruturas, mas também o amor e a alegria de servir a esta obra abençoada”, disse frei Darlan Dal’ Maso.

Foi um sonho antigo de muitos casais Lareiristas de Vilhena, que se concretizou graças as muitas orações, a perseverança, trabalho e dedicação de todos.

Que Deus os abençoe e que continuem firmes no propósito de defenderem as nossas famílias.

Por Mariza Meyer.

Fonte: Capuchinhos do Brasil /CCB

Por Frei Diego de Souza Freitas (Paróquia Nossa Senhora das Graças)

Deixar um comentário