Tamanho do Texto:
A+
A-

Sete capuchinhos emitem primeiros votos

19/08/2017 - 01h16
Noviços permaneceram um ano em Marau, aprofundando a espiritualidade Franciscana

Professos: freis Giovani (Esq, de pé), Márcio, Wood e João Ernandes. Agachados: freis Rodrigo (E), Renan e Lucson

 

A Província dos Capuchinhos do Rio Grande do Sul acolhe, no dia 4 de outubro, sete novos frades, que emitem os primeiros votos religiosos na Ordem. Eles concluíram um ano de noviciado, em Marau, orientados pelo mestre de noviços, frei Genésio Fracasso, auxiliado pelo vice-mestre, frei Raul Suzin. No mesmo dia, sete jovens ingressam no noviciado.

A profissão religiosa será realizada às 10 horas, presidida pelo ministro provincial, frei Cleonir Dalbosco, na igreja matriz de Marau. Professam os freis Giovani Pertile, 20 anos, natural de Marau; Márcio Feltes (26), de Sapiranga; Renan Espíndola (20), de São João do Sul (SC); e Rodrigo Antunes de Lima (19), de Cerro Negro (SC), todos da província do RS; João Ernandes Bino Corrêa (22), de Comodoro (MT), da custódia Brasil Oeste; e Lucson Fibo Chery (24) e Wood Lubin (23), da delegação missionária do Haiti.

Os professos escolheram como lema “Quem deixa seus pais, sua terra, sua vida por mim me encontrará” (Mt 10,39). Frei Genésio destaca que a opção pela vida religiosa consagrada, assim como toda vocação, é feita de modo livre e consciente. “O evangelista João, no capítulo 15, nos lembra o que Jesus falou aos discípulos: ‘Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e produzirdes frutos’. Esses jovens, assumindo a vida consagrada, estão cientes dessa lógica de Deus. E para isso, entendem que seguir Jesus exige um coração desapegado das coisas do mundo”.

Concluído o noviciado, os novos frades vão cursar Filosofia em Santa Maria e Pelotas, menos frei João Ernandes que retorna à Custódia Brasil Oeste (MT e RO) para cursar Filosofia em Porto Velho (RO).

A cerimônia do dia 4 também marcará o ingresso ao noviciado de outros sete postulantes: Jean Peterson Notis e Gaphené Ilasma, do Haiti; Alex Rodrigues da Silva, Júlio Trindade dos Santos Rodrigues, Pedro Rodrigues dos Santos Júnior e Thalles de Lima Bruno, do Mato Grosso; e Cristian Martins Almeida, de Caxias do Sul.

Fonte: Capuchinhos do Brasil /CCB

Por Frei João Carlos Romanini (Frat. Imaculada Conceicao)

Deixar um comentário
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do.