Tamanho do Texto:
A+
A-

“Dízimo, uma contribuição de Amor”: evangelização sobre o dízimo foi realizada em comunidade paroquial de Tangará da Serra

24/07/2018 - 12h43
Com o objetivo de conscientizar os fiéis para a importância da participação e contribuição com o dízimo na comunidade, paróquia realizou celebração festiva.

A Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Tangará da Serra - MT, administrada pelos freis capuchinhos, realizou nesta primeira quinzena de julho, a Evangelização do Dízimo.

Houve atividades em todas as comunidades pertencentes a paróquia, onde ocorreram celebrações Eucarísticas que motivaram os fiéis a refletirem sobre o dízimo à luz do evangelho.

O objetivo foi conscientizar os fiéis para a importância da sua participação e contribuição do dízimo com a comunidade, a fim de manter e sustentar toda a caminhada de evangelização.

O pároco capuchinho, frei Hélio Aparecido dos Santos, ressaltou na celebração a importância do dízimo em suas dimensões: religiosa, social e missionária. Nas suas palavras, em nome de toda a paróquia, agradeceu a todos os dizimistas que contribuem fielmente, pois, é graças a essa participação efetiva que se consegue manter a Igreja e avançar na caminhada de evangelização.

Durante a Celebração da Santa Missa foi realizada uma dinâmica com o tema: “Dízimo uma contribuição de Amor”, conduzida pelo frei Hélio e dinamizada pela equipe da Pastoral do Dízimo, mostrando o compromisso que cada cristão católico deve ter para com a sua comunidade e com Deus, participando com a sua contribuição, que unida com às dos demais, ela multiplica a fim de manter toda a caminhada de evangelização e a estrutura física da paróquia e suas comunidades.

“Agradeço por todo trabalho realizado através da Pastoral, ao casal coordenador Magno e Lucinéia, aos agentes, que sem os mesmos seria impossível desenvolver os projetos de evangelização com tamanha eficiência”, destacou frei Hélio.

Assim, encerrou a celebração com um convite à reflexão ao compromisso, participação e partilha do dízimo.

Por Mariza Meyer.

Fonte: Capuchinhos do Brasil /CCB

Por Frei Diego de Souza Freitas (Convento São Francisco das Chagas - Pós-noviciado)

Deixar um comentário