Tamanho do Texto:
A+
A-

Conferência reúne Frades da Animação Vocacional de todo o Brasil

14/09/2017 - 22h32
Aconteceu o II Encontro dos Animadores Vocacionais Capuchinhos em Goiás.

A Conferência dos Capuchinhos do Brasil, realizou dos dias 6 a 13 de setembro, na Casa de Encontro e Retiro São Leopoldo Mandic em Hidrolândia – GO) o II Encontro dos Animadores Vocacionais.

O encontro contou com a presença de frades animadores vocacionais de todas as circunscrições que compõem a Conferência dos Capuchinhos em todas as regiões do Brasil.

O encontro teve início com a Celebração Eucarística presidida por frei Evandro, às 18:30 horas, seguido pelo jantar fraterno. Às 20h30 no auditório da casa de Encontros e Retiros, frei Evandro, frei Roberildo e frei Tiago, membros da Coordenação da Schola Fratrum, deram as boas vindas a todos os participantes.

Os dias 07 e 08, foram assessorados pelo Psicólogo e Escritor Carlos Bruno, do Rio de Janeiro. Bruno já assessorou outros momentos formativos, e neste encontro à reflexão proposta teve como temática “A pessoa e a missão do Animador Vocacional”, onde os freis se debruçaram sobre os desafios presentes no processo pessoal do animador, assim como sua missão, com o objetivo de clarear e direcionar os nossos conhecimentos diante da Animação Vocacional.

No sábado, dia 09, frei João Ferreira Júnior, da Província de Minas Gerais, em nome da CCB apresentou o Projeto de Comunicação para a Animação Vocacional. “Sua Motivação Transforma – Atreva-se”, a ideia desta campanha é dinamizar a atuação do SAV em nível interprovincial, fazendo com que o trabalho dos frades acompanhe as exigências atuais e facilite assim a comunicação com a juventude.

Durante os dias 10 e 11 os freis dedicaram à reflexão sobre os “Frades Capuchinhos no Brasil – Presença e Missão”. Assessorados por frei Vanildo Luiz Zugno, da Província do Rio Grande do Sul, foi percorrido os caminhos da história capuchinha em terras brasileiras. Grande e necessário se faz o conhecimento da história e missão daqueles que nos precederam, pois “só amamos aquilo que conhecemos”, afirma frei Tiago com entusiasmo.  

A terça-feira, dia 12, foi dedicada ao lazer fraterno, momento propício para convivência e descontração entre os frades, oportunizando o desfrute da fraternidade e partilha de vida.

No último dia do Encontro, os freis se reuniram para avaliar e sugerir novas ideias em vista do próximo encontro. Findando com um momento celebrativo e o envio dos Frades a suas devidas fraternidades, presidido pelo frei Clézio Menezes. Onde que após o almoço os Frades iniciaram o retorno para suas fraternidades.

 

Fonte: Capuchinhos do Brasil /CCB

Por Frei Diego de Souza Freitas (Casa de formação São Francisco das Chagas - Pós - Noviciado)

Deixar um comentário