Delegação Provincial do Haiti

Na foto é possível observar o ministro provincial dos Freis Capuchinhos do RS, frei Nilmar Carlos Gatto, em uma de suas visitas à Delegação Provincial do Haiti (Ano 2017).

 

Breve histórico da Delegação Provincial do Haiti

Os freis capuchinhos, por meio do envio de missionários da Província do Rio Grande do Sul, estão há mais de uma década em missão no Haiti, nas cidades de Abacou, Beraud e Porto Príncipe. A Província dos Freis Menores Capuchinhos do Rio Grande do Sul leva o rosto franciscano às comunidades daquele país, onde as necessidades vão dos itens básicos de higiene à saúde, educação, moradia, transportes e trabalho até o cuidado com a espiritualidade e religiosidade. 

A sede da missão haitiana fica na capital Porto Príncipe, distante mais de 200 quilômetros da missão em Abacou. Lá alguns Freis Capuchinhos Gaúchos se juntam a outras Congregações Religiosas para ajudar a população haitiana a construir sua história a partir do olhar de Jesus Cristo, manifestado no Evangelho.

Os freis missionários que lá estão, têm também o objetivo de implantar e consolidar a Ordem dos Freis Capuchinhos no Haiti e os resultados já começam a ser percebidos, pois ao longo dos anos de missão já surgiram, e continuam a despertar, diversas vocações à Vida Religiosa Consagrada na Ordem. Os vocacionados haitianos, que desejam ser freis, realizam uma parte de sua formação no Haiti e outra parte no Brasil, em conjunto com a Província do Rio Grande do Sul e a Custódia Provincial do Mato Grosso e Rondônia. Depois retornam ao seu país para lá atuarem e integrarem a missão. 

O padroeiro da Delegação Provincial do Haiti é o santo capuchinho italiano, Frei Pio de Pietrelcina. 

 

Definição do termo Delegação

Quando a Ordem Capuchinha possui uma frente de missão ela denomina esta região como Delegação.

A Delegação, por sua vez, fica vinculada à uma região / circunscrição que já é autônoma em questão de sustento econômico, em quantidade de vocações e juridicamente falando, no que diz respeito às leis da Igreja. 

O Haiti, portanto é uma Delegação Provincial, pois está vinculado à Província do Rio Grande do Sul, até que consiga atingir um número favorável de freis naturais daquele país, tenha uma fonte de sustento próprio e a Igreja e Ordem Capuchinha reconheçam como Província.

 

Atual coordenação da Delegação do Haiti

Estando sob jurisdição do Ministro Provincial dos Freis Capuchinhos do RS, Frei Nilmar Carlos Gatto, o Conselho da Delegação do Haiti está organizado do seguinte modo: 

Delegado Provincial - Frei Etienne Daceus

Vigário da Delegação -  Frei Parnel Jeanty

Conselheiro e Ecônomo -  Frei Philippe Justin

Conselheiro - Frei Jean-Mary Florvil 

 

Missionários estrangeiros no Haiti

Integram a Delegação do Haiti os seguintes freis gaúchos: Aldir Crócoli e Sérgio Defendi que lá estão para dar continuidade a missão de implantação e consolidação da Ordem no país. 

A Delegação conta ainda com a presença missionária de um frei capuchinho da França e de um sacerdote diocesano brasileiro: Pe. Renato Caron.

 

Onde estão e atuam os Freis no Haiti

- Fraternidade São Boaventura em Porto Príncipe (capital), onde residem os freis que estudam teologia.

- Fraternidade Laudato Si' em Porto Príncipe (capital), onde residem os freis que trabalham no projeto da Fábrica de Produção de Telhas Plásticas. 

- Fraternidade São Francisco de Assis em Beraud, onde funciona o postulado e os freis atendem uma Paróquia. 

- Fraternidade Santo Antônio de Pádua em Abacou, onde os freis atendem uma Paróquia. 

 

Uma missão que brota da caridade

Nestes anos de atuação no Haiti, os Freis Capuchinhos contaram com o apoio solidário de muitas pessoas  de boa vontade do Brasil e outros países, sobretudo na construção dos espaços estruturais necessários para que a missão fosse estabelecida. Ainda hoje são muitas as pessoas que, por meio da prática cristã da caridade, auxiliam os freis na manutenção da missão. Fica aqui o registro de nossa gratidão às pessoas que de alguma foram colaboraram em algum momento de necessidade e que continuam a nos apoiar. Deus vos abençoe! Paz e bem!