Tamanho do Texto:
A+
A-

Tarde Intergeracional entre jovens aprendizes do Programa de Aprendizagem Profissional da Lefan e idosos do Centro de Convivência Tia Oli

18/07/2018 - 13h35

Na tarde do dia 03 de julho de 2018, os jovens aprendizes do Programa de Aprendizagem Profissional desenvolvido na LEFAN realizaram visita ao Centro de Convivência Tia Oli. O objetivo desta visita foi de promover uma Atividade Intergeracional, na qual os idosos e os adolescentes pudessem compartilhar vivências relacionadas aos conflitos familiares e a temática da violência. Assim como, estimular a criação de estratégias para minimizá-los, possibilitando uma convivência com maior respeito, harmonia e afeto entre as gerações. Os idosos do Serviço apresentaram, através da expressão corporal, atuação e coral, a Peça Teatral com o seguinte tema: “Violência presente nas relações familiares: Como tratamos nossos idosos na atualidade? ”. Posteriormente a apresentação, foi realizada uma roda de conversa relacionando a realidade dos jovens com a dos idosos, trazendo os tipos de Violências mais comuns nas relações familiares e como podemos contribuir para uma convivência mais harmoniosa e fraterna.

De acordo com fala da idosa Cerenita Maria Sandi, de 67 anos: “Essas atividades intergeracionais são muito importantes, porque é através da convivência, do diálogo e da paciência tanto dos mais novos e dos mais velhos, e vice-versa, que poderemos combater a violência”.

Com relação a opinião dos jovens aprendizes sobre a visita realizada, Jean Carlos Moraes, de 19 anos, comenta: “Achei ótimo, o jeito como todos foram tratados, bem recebidos, acabou gerando em mim um sentimento de confiança. Todos que estavam lá presentes tinham um sorriso estampado no rosto, talvez teriam mil motivos para estar chorando, mas estavam sorrindo. ” Já para Cláudia Andrielle Scariot de Jesus, de 16 anos: “A visita foi muito legal, bem criativo o teatro. Em mim despertou o sentimento de lembrança dos meus avós, me fez lembrar o quão importante eles são, e que devemos respeitá-los. O que mais me chamou a atenção foi a harmonia que os idosos nos receberam e ver a felicidade no rosto deles, além da criatividade do teatro. ”

Fonte: Capuchinhos do Brasil /CCB

Por Jenifer Macedo de Morais (Lefan - Sede)

Deixar um comentário