Quando encontramos as respostas, o tempo se encarrega de mudar nossas perguntas.

Quando encontramos as respostas, o tempo se encarrega de mudar nossas perguntas.

Em 2014,no convento capuchinho da Pompéia, em Belo Horizonte (MG), nasceu a o setor decomunicação da Conferências dos Capuchinhos do Brasil (COMUNICAP). Desde aqueladata, muitos sonhos tornaram-se realidade, como por exemplo: um projetovocacional unificado, a criação de um site que mostrasse a unidade do carisma,acima da diversidade dos locais que estamos, o despertar para um trabalho maisintenso nos meios virtuais, dentre outras tantas conquistas. Lembrar de cada umdesses passos é importante para perceber a caminhada feita até agora. Todavia, anecessidade de reforma é um elemento marcante na nossa história enquantocapuchinhos.

Duranteos dias 27, 28 e 29 de novembro de 2020 novamente os freis da COMUNICAP reuniram-seno Convento da Pompéia para sonhar com novos e incríveis horizontes, além dosjá conquistados. Mesmo em meio à pandemia, com diversos frades impossibilitadosde se deslocarem, a criatividade fraterna prevaleceu. Foi feita uma reuniãopresencial e transmitida em tempo real por vídeo conferência, na qual todas asregiões do Brasil tiveram a oportunidade de participar através de um ou maisrepresentantes.

Sonhamosem dar continuidade com aquela que é nossa missão: Comunicar. Fazendo isso domelhor jeito possível, utilizando das ferramentas atuais para mostrar que nossocarisma tem muito a dizer para o mundo. Para isso, pensamos em um novo site,com uma linguagem e formato novo, que evidenciem ainda mais nosso carisma. Todosos elementos do site buscam mostrar que os projetos comuns têm mais importânciaque ideias isoladas. O site é um convite à fraternidade, para que todos aquelesque o acessam, possam experimentar a doação e as alegrias de projetos pensadose construídos em conjunto.

“Nossavida e missão” é viver e anunciar o Evangelho, através de palavras eprincipalmente do testemunho. O objetivo central da reunião e da COMUNICAP épensar formas de encontrar as pessoas e mostrar a alegria que nasce do nossocarisma. Nos momentos sombrios da história, os capuchinhos ofereceram respostasporque acreditaram naquilo que outros duvidavam. Nascemos e tornamo-nosconhecidos em um cenário de grande peste; hoje, enfrentando outra grandepandemia, somos convocados a oferecer novamente nossa contribuição no quefazemos de melhor. Não podemos cair na tentação de acreditar que o mundo nãoprecisa de nós, nem do que comunicamos. Mais do que acreditar no potencial deum site, de uma campanha, ou de qualquer arte, acreditamos na força do nossocarisma, e isso nos move a continuar firmes.

Autor:
Frei Kleber Moresco. OFMCap
No items found.
Comente