Frei Cristóvão, OFMCap

5.11.1932
14.1.1971

Fr.Cristóvão (Jovelino Saretta)

FreiCristóvão, filho de Albino Saretta e Rosa Minan, nasceu no Distrito de Ouro,Capinzal, SC, aos 05.11.1932. Foi batizado com o nome de Jovelino, aos30.06.1933 na Capela Santo Antônio, Capinzal.

Ingressouno Seminário São Francisco, em Barra Fria com 10 anos, em 1942 (hoje Lacerdópolis), e alicursou o primário (1942‑1944). No Seminário Santo Antônio, em Botiatuba cursouo ginásio (1944‑1949). Recebeu o hábito capuchinho também em Botiatuba aos13.01.1950 com o nome de Fr. Cristóvão de Capinzal, tendo por mestre Fr.Germano de Lion. Emitiu a profissão temporária aos 14.01.1951, e a perpétua aos02.02.1954. Cursou Filosofia e Teologia em Curitiba (1951‑1957), sendo ordenadosacerdote no dia 15.12.1957 por D. Inácio Dal Monte.

Exerceuo ministério sacerdotal nas seguintes localidades: Santo Antônio- da Platina(1958); Irati: Seminário Santa Maria, (1959); Uraí (1960-1962); Rio Branco doSul (1963-1964); Umuarama (1965-1966); Santo Antônio da Platina (1969-1970).

Nasfraternidades supracitadas Fr. Cristóvão prestou os seguintes serviços: VigárioLocal, Diretor dos Irmãos no Seminário São José, junto ao Seminário SantaMaria, em Irati, Professor, Auxiliar dos Missionários e Pároco.

Realizaçõesprincipais: em Uraí lecionou Religião no Ginásio e Escola Normal de Uraí,organizou campanhas em prol da construção de capelas. O mesmo fez também em Umuarama. Em SantoAntônio, onde foi Pároco, fez as janelas redondas na matriz, melhorando a ventilação.  

Em janeiro de 1970 participou do Primeiro Capítulo Provincial, e foinessa ocasião que começaram os primeiros sintomas do câncer. Tratou-se em Santo. Antônio daPlatina, em Curitiba e no Hospital de Clínicas, em São Paulo.

Faleceu aos 14.01.1971 em Santo Antônio da Platina. Contava 39 anos deidade, 20 de Vida Religiosa e 14 de Vida Sacerdotal. Pranteado pelos confradese pelo seu povo, deixou abençoada memória entre os seus fiéis. A Municipalidadede Santo Antônio da Platina dedicou o seu nome à Praça Pública, em frente àIgreja Matriz, com decreto de 26 de agosto de 1971.

Foi sepultado na Igreja Matriz de Santo Antonio, ao lado do Altar deNossa Senhora da Saúde e, mais tarde, seus restos mortais foram transladadospara a Capela do Cemitério de Botiatuba.

por
Frei Cristóvão, OFMCap

Posts Recentes

No items found.

Posts desse autor

Nenhum post publicado