Província do Brasil Central realiza a experiência do Segundo Noviciado

Província do Brasil Central realiza a experiência do Segundo Noviciado

Há vários anos tem acontecido oque chamamos de Segundo Noviciado, realizado na Província do Paraná e Santa Catarina, no entanto, neste ano de 2021, diante da realidade que vivemos, não foi possível a realização como de costume. Diante disso, decidimos realizá-lo, de modo discreto, aqui na nossa província, somente com nossos confrades (frei Camilo, frei Edmilson e frei Márcio). Por ser a primeira experiência optamos por um período menor que o costume que era de trinta dias. Fizemos apenas vinte dias. Contudo, tentamos manter a dinâmica utilizada nas edições anteriores.

Nossos jovens pós-noviços permaneceram desde o dia 11 até o dia 31 de janeiro no Vale da Misericórdia, que é uma casa de retiros das Irmãs Franciscanas da Divina Misericórdia (também casa de Formação do Noviciado), localizado no município de Pirenópolis, Goiás. Localidade rural e com um ótimo ambiente para a vivência e cultivo da oração, da leitura e do silêncio interior e exterior. Isso possibilitou aos nossos frades a execução da Dimensão místico-evangélica elencada em nosso programa formativo:

“Iniciar e experienciar a mística franciscano-capuchinha como expressão totalizadora de desejo e sentido da existência norteada por uma comunhão pessoal e fraterna com Deus Trino e Uno e com seu Reino. Cultivo e capacidade do silêncio do ser (ambiente interno);cultivo da comunicação com o transcendente; relação pessoal com a divindade; capacidade de passar do mundo virtual para o real; assumir com seriedade o tempo e o espaço estabelecido próprio para isso; desenvolver a capacidade de perceber Deus nas coisas, nas criaturas, nos irmãos; estabelecer relação não só com a realidade, mas com aquilo que ela significa e com a sua origem; espaços e lugares para retiros e tempos de oração; encontrar na oração mental a centralidade da nossa forma de vida e escola de franciscanismo.” (Anexo II do Estatuto da Animação Vocacional e Formação Inicial, p. 34).

Tivemos a colaboração dos freis Henrique Arguilar e Klenner Antonio que permaneceram e auxiliaram nos conteúdos propostos, de modo que o cronograma facilitou a dinâmica do encontroem todas as áreas, seja momentos de oração/deserto/estudo/partilha e convivência fraterna.

Freis Sebastião, Camilo, Márcio, Edmilson e Klenner

Os frades avaliaram como positiva tal experiência e que foi um ponto marcante na decisão a respeito da consagração definitiva. Concluíram que o estudo dos Conselhos Plenários da Ordem(CPOs) precisam ser levados à sério. Não imaginavam que iriam sentir de modo tão profundo uma realidade que se apresentava distante. Estes 20 dias foram fundamentais no abrir de fato os olhos e perceberem aquilo que estão querendo para a vida toda.

Autor:
Frei Sebastião José da Silva
No items found.
Comente