Encontro Nacional de Patrimônio e Bens Culturais da CCB em São Paulo - SP

Encontro Nacional de Patrimônio e Bens Culturais da CCB em São Paulo - SP

Preservar a nossa história é fundamental para conhecermos o nosso passado e o legado que assumimos nos dias de hoje, transmitindo a nossa fé às futuras gerações. “No tempo presente, precisamos redescobrir o imenso tesouro espiritual que nos foi deixado por meio da arte e do símbolo. ” (MACHADO, 2021, p. 19). Começamos com a citação da obra do frei Sidney Machado, sobre a importância do belo na arte e do itinerário espiritual que a arte assume.

Durante os dias 16 a 19 de junho, no Convento Imaculada Conceição, São Paulo/SP, ocorreu o Encontro Nacional de Patrimônio e Bens Culturais da CCB. O evento reuniu diversos representantes das Províncias e Custódias, a fim dialogar e discutir novas ideias no que se refere aos bens patrimoniais e artísticos da Ordem da Frades Menores Capuchinos.

Iniciando os trabalhos, no dia 16/06, tivemos como palestrante Frei Sidney Damasio Machado, frade Menor Capuchinho, doutor em teologia, apresentou a Arte e pregação no século XIII, a pedagogia franciscana – a iconografia como fonte de espiritualidade. Um encontro muito enriquecedor, ressaltando a arte como meio de transmitir o mistério, presentes nos escritos de São Francisco de Assis. Pela parte da tarde, visitamos o Museu de Imagem do Som – MIS, com a exposição Portinari Para Todos. A exposição contou com um novo conceito de apresentar e levar as obras de Cândido Portinari para todos os públicos através de uma experiência audiovisual única, integrando o espectador na obra do artista. Ao termino do dia, realizou-se uma divertida noite fraterna, com trocas de presentes simbólicos de cada circunscrição.  

No dia 18/06 tivemos a participação do professor João Rossi – museólogo e restaurador, atuando no Museu de Arte Sacra de São Paulo, em sua palestra apresentou A conservação e o restauro como instrumento da preservação da memória. O professor João Rossi ajudou a todos sobre a problemática da conservação dos nossos acervos e possíveis intervenções para a preservação da memória dos frades menores Capuchinhos. A tarde deste mesmo dia, visitamos o Mosteiro de São Bento, guiado pelo professor João Rossi, explicando sobre os meios de preservação e da importância pictórica em estilo da Escola Beuronense ou Escola de Arte de Beuron. Logo em seguida, terminando a visita técnica, seguimos para o Museu de Arte Sacra de São Paulo, que nos transportou para o passado, contemplando todo o esplendor do barroco colonial brasileiro.  Ao fim do dia, foi realizada a escolha da nova coordenação para a Comissão para os Bens Culturais e Patrimoniais dos Capuchinhos do Brasil:

Coordenador: Frei Celso Bordignon (Província do Rio Grande do Sul);

Vice coordenador: Renê Wagner Ramos e Jacira Aparecida de Campos Ramos (Província do Paraná e Santa Catarina);

Secretário: Frei Francisco Lima (Província do Brasil Central);

Ecônomo: Frei Claudson Menezes (Província do Maranhão, Pará, Amapá)

Encerrando as atividades, no dia 19/06,tivemos como palestrante Frei Celson Bordignon, doutor em Arqueologia Paleocristã e diretor do Museu dos Capuchinhos RS – MUSCAP. Em sua exposição, destacou sobre a importância das atividades museológicas como meio de preservação da história e a participação integradora social que os museus dispõem para as comunidades. Logo após, concluímos as nossas atividades com a Missa em Ação de Graças, realizada na Igreja Imaculada Conceição, tendo como presidente da celebração Frei Clézio Menezes (Presidente da CCB / Ministro Provincial do Brasil Central).

Agradecemos a todos os responsáveis pelarealização do evento e dos serviços prestados a Comissão para os Bens Culturais e Patrimoniais da CCB e desejando bons trabalhos a nova coordenação por realizar e informar este trabalho tão essencial para a nossa Ordem.

Autor:
Fr. Raúl Gustavo Falcón, OFMCap
No items found.
Comente